«

»

out 20

Jovem elimina dez quilos com a dieta do hCG

 

Recebi um relato corajoso da Camila Vieira que revelou ter feito a dieta do hCG – a  aquela do hormônio da gravidez –  e eliminou dez quilos em 40 dias. Não, eu não julgo, embora tenha optado, pra mim, um caminho mais longo, sem qualquer tipo de medicamento. + Aulas de bike, yoga, pilates, esgrima e […]

Recebi um relato corajoso da Camila Vieira que revelou ter feito a dieta do hCG – a  aquela do hormônio da gravidez –  e eliminou dez quilos em 40 dias. Não, eu não julgo, embora tenha optado, pra mim, um caminho mais longo, sem qualquer tipo de medicamento.

Antes de entrar no relato dela, porém, eu gostaria de ser coerente com a seriedade que trabalhamos nesse espaço e esclarecer que a dieta do hCG é controversa, como a própria leitora admite. E, em geral, recebe críticas de correntes médicas contrárias ao sua indicação, por causa dos riscos à saúde.

Vou explicar: o hCG – que atende pelo nome de gonadotrofina coriônica humana – é um hormônio produzido naturalmente na gravidez (fora dela, a quantidade presente no organismo feminino é praticamente nula). Durante a gestação, tem a função de ajudar no desenvolvimento do ambiente para o feto

Para emagrecer, as pessoas se submetem à aplicação de injeções diárias do hCG, ou tomam doses sublinguais, além de seguir uma alimentação extremamente restritiva. O cardápio se resume a 500 calorias diárias, durante 40 dias. A polêmica é que não existem comprovações científicas de que o hormônio seja capaz de emagrecer uma pessoa, segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sebem).

+ Conheça os tratamentos da moda para eliminar gordura localizada e flacidez

E uma ingestão tão baixa de calorias não é recomendada nem mesmo a pacientes com obesidade mórbida. Mas os defensores do hCG dizem que esse hormônio é capaz aumentar a mobilização de gordura corporal para que o organismo a utilize como fonte de energia (por isso, o menu consegue tão pouco calórico); e diminuir a sensação de fome.

camilavieira

Isto posto, seguimos com o relato da leitora:

“Boa tarde, acompanho seu blog na VEJA SÃO PAULO há algum tempo e sempre gostei muito do seu estilo. Ultimamente, tenho visto muitas feministas se escondendo atrás das suas batalhas e acabando com a saúde e com o corpo. Ao mesmo tempo, vejo muita gente louca querendo emagrecer sem esforço e, pior, a qualquer custo. Apenas pra seguir o padrão pré-estabelecido de que todos devemos ser magras. Nunca escrevi nada, na verdade prefiro ficar longe das polêmicas, mas ontem saiu do coração, e queria compartilhar com uma amiga. Bom, de tanto que leio seus posts, achei que você seria a amiga ideal.

camilavieira2

Não sei se é bem minha história, se você vai gostar ou sei lá, mas achei que isso deveria sair do bloco de notas para incentivar mulheres que estão assim como eu estavam ou estão: nem gordas, a ponto de estarem obesas, nem magras, que possam ser chamadas de magras!

Parece besteira, mas esse caminho do meio não faz você ir pra frente, nem pra trás. Porque uma semana – quando se acha gorda –  você faz regime de fome –  e não come nada. Na outra, se afoga no balde de pipoca e de chocolate. E assim, nesse esquema vai não vai, você não vai a lugar algum. Então o que eu fiz? Bem, eu parei de dar ouvido aos outros e fui ouvir, de mim mesma, o que era que eu mais queria. E sabe o que era? Era perder os dez quilos que ganhei no período da faculdade.

Eu estava me sentindo enorme, as roupas não entravam mais e chorei quando a 46 não entrava mais. O que me incomodou MESMO foi ver uma sequência de fotos, inclusive essa que estou de biquíni amarelo, fazendo stand up. Depois disso, passei 15 dias nos EUA e eu não queria publicar uma foto de tão redondo que o meu rosto estava. Até que percebi que não dava mais.

sso tudo aconteceu no início do ano passado, quando comecei uma reeducação alimentar com uma nutricionista (foi a época do vai e volta, porque eu dava ouvido às pessoas, e uma semana falavam que eu estava magra, outra gorda, e por aí foi). Em julho, enfrentei uma lipoaspiração, que, hoje, não aconselho a ninguém, porque embora, de fato, modele o corpo, não muda em nada o peso. Saí do manequim 46 pro 42, e ainda não era o que eu queria…

+ mulher perde 29 quilos,  depois que acalça48 não passou do joelho a. Mas fiz com o maior acompanhamento profissional possível, tive que ter foco e ignorar ou outros. E fiz o que eu queria! Perdi dez quilos nos dois primeiros meses. Além disso, a dieta me deu mais vida, a parte do ânimo, de gostar da academia… Coisas que a lipo infelizmente não fez. Até porque operei e continuei sedentária e ficava sem ar, ao subir um simples lance de escadas.

camilavieira3

Eliminei dez quilos nos dois primeiros meses, tive acompanhamento médico, personal e o principal: força de vontade. Estou mais ativa, amo ir para academia, fazer musculação, aulas de dança e de boxe. Mas, acima de tudo, consigo subir a rua de casa tranquilamente… E, ainda, conversar sem puxar a respiração!

 

Você Também Pode Adquirir o Ebook Como Emagrecer Rápido gratuitamente, disponível pelo site Basta Kilinhos, Para fazer o Download gratuito do Ebook Clique Nesta Mensagem e Abrira uma Pagina Onde Você Só Confirme Seu Email e ira para seu Email Automaticamente e já. Boa Leitura.
Dieta Emagrecer Rápido, Baixe Ebook Gratuito Aqui

 

E Agora Você ´Podera Ver mais 

                                 Sobre O Segredo da Dieta o hCG

Click Aqui e Veja Melhor  

SEJA BEM VINDO a este método revolucionário de emagrecimento conhecido como “A CURA da OBESIDADE” que proporciona perda de peso de até 15 kg em 20 dias. Sou Luciene Marques e vou mostrar meu sucesso com essa dieta do hCG.

  Click Aqui e Veja já

Share This:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>